“Prioridade da gestão Greca é gastar com propaganda”, aponta Professora Josete

Os gastos com propaganda irão quadruplicar na gestão do prefeito Rafael Greca (PMN), conforme dados disponíveis no Portal da Transparência do município e o anúncio do montante previsto para duas agências de publicidade que serão contratadas por meio de concorrência pública com abertura em 24 de abril.

Os valores passarão de R$ 6,2 milhões, em 2016, último ano de mandato do ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT), para os R$ 24 milhões previstos para 2018, como aponta o Edital 004/2018, da Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura (SMCS), para contratação de duas agências de publicidade.

Este salto com gastos para propaganda por parte de uma gestão que fez um ajuste fiscal – com alvo principal no funcionalismo público – foi criticado pela vereadora Professora Josete (PT), nesta quarta-feira (21), na Câmara de Curitiba. Perto de completar um ano do envio do “pacotaço” na Câmara, a parlamentar lembrou que servidores públicos não receberam nem mesmo a correção da inflação em seus salários, sob alegação de que era preciso fazer “economia”.

Josete também citou a carência de políticas públicas, de investimento em questões para sanar problemas que se tornaram uma constante no município, como os alagamentos das últimas semanas.

Para a vereadora, há um grave erro de prioridade da atual administração. “Ao que parece é mais importante gastar com propaganda e com cílios postiços nos semáforos do que gastar com políticas públicas para conter esses alagamentos, para limpeza de rios e córregos, para arrumar pontes nos bairros da periferia, para pagar os salários dos servidores e servidoras do município”, apontou Professora Josete.

A concorrência para a contratação das duas agências de publicidade que prestação serviços por um ano terá abertura no dia 24 de abril. Entre os trabalhos a serem prestados pelas empresas está a criação e produção de peças publicitárias, execução interna e externa de serviços, compra de mídia e distribuição de publicidade a veículos de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*