Josete defende candidatura de Lula para reconstrução de um país justo e soberano

Professora Josete em discurso na CMC. Foto: Chico Camargo/CMC

Em pronunciamento nesta terça-feira (6) na tribuna da Câmara Municipal de Curitiba, a Professora Josete (PT) criticou o governo Michel Temer e defendeu a candidatura do ex-presidente Lula com alternativa para retomada de um país mais justo e soberano. “As pesquisas mostram que o povo brasileiro quer Lula na presidência, quer um projeto de nação que inclua e garanta soberania”, apontou.

Josete destacou que os atos em apoio à Lula em Porto Alegre, no dia do julgamento político do ex-presidente, demonstraram a esperança e a vontade da maioria da população. “Vivemos um momento de acirramento da luta de classes e as manifestações em Porto Alegre, que reuniram mais de 100 mil pessoas, demonstraram que o sonho está vivo”, disse a vereadora, que esteve presente nas mobilizações na capital gaúcha.

Para a vereadora, a aprovação do ex-presidente é resultado dos 13 anos dos governos do Partido dos Trabalhadores, que tiraram 32 milhões de pessoas da pobreza extrema e que promoveram a ascensão social de mais de 42 milhões de brasileiros e brasileiras. “Os governos de Lula e Dilma criaram espaço para os pobres, promoveram inclusão social e proporcionaram uma sociedade menos desigual”.

Citando os casos de abuso de autoridade do poder judiciário e as perseguições recentes a reitores de universidades públicas, a parlamentar afirmou que o Brasil vive um período de estado de exceção. “O golpe jurídico/midiático continua, um golpe que ficou evidente em 2016, com a ilegalidade de um impeachment, mas que ficou evidente ainda em 2014, logo após a eleição da presidenta Dilma Rousseff, com a criação de uma oposição fanática e irracional”, apontou.

Josete criticou o projeto capitaneado por Michel Temer, de retomada da política do estado mínimo e que afronta o projeto de soberania da nação. Um governo privatista alinhado aos interesses do capital internacional e da elite nacional. “Não podemos esquecer que a presidenta Dilma baixou juros no país, o que significou perda de trilhões para o capital financeiro”, recordou.

Confiante de que o ex-presidente Lula, mesmo diante de todas as perseguições, será candidato e consequente vitorioso nas eleições deste ano, Professora Josete concluiu seu discurso afirmando que “2018 representará um marco na reconstrução de um país justo e soberano, onde a dignidade de mulheres e homens sejam garantidos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*