Estudantes buscam conhecimento para disputar eleições no Parlamento Jovem

Na tarde de ontem (26), recebemos a visita de alunos e alunas do 1º e 2º ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Júlia Wanderley, em nosso Gabinete. Luah, Allana, Gabriel Laminas, Gabriel Aguiar e Yuri são alguns dos representantes que fazem parte do projeto Parlamento Jovem, proposto pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, que visa suscitar a discussão política, incentivando estudantes a adotarem uma postura cidadã e do qual a Câmara Municipal de Curitiba faz parte. Eles vieram em busca de informações para complementar seus conhecimentos a respeito do funcionamento do Legislativo e do papel dos/das vereadores/vereadoras na proposição e implantação de projetos para a cidade e como fiscalizadores/as.

Falamos sobre como funciona a tramitação dos projetos na Câmara Municipal, desde quando o elaboramos até o protocolo e a discussão em plenário, assim como são feitos os requerimentos. Também explicamos a função das diferentes Comissões, seu funcionamento, quais são e sua relevância. Fomos interpelados várias vezes com interessantes questionamentos, como: há possibilidade de a população votar/vetar projetos; como funcionam as mobilizações da sociedade quando é contrária aos projetos que estão em votação no plenário; qual a nossa opinião a respeito da pequena participação, hoje, dos jovens na política; como funcionam os três grandes poderes e como/quem os fiscaliza.

Foi uma experiência muito interessante e diferenciada. Estes jovens nos contaram que compõe o Partido Liberdade, Respeito e Dignidade, no Colégio Estadual Júlia Wanderley, e disputarão com outros cinco Partidos, nesta instituição: Vida e Saúde; Esporte, Lazer e Integração da Comunidade Escolar; Educação, Profissionalização e Cultura; Segurança Pública e Combate à Violência – e já contam com carteirinhas com seus nomes, que certificam que são integrantes do Parlamento Jovem. De acordo com a proposta do TRE-PR, serão disponibilizados meios para se eleger um representante dentre esses Partidos, que participará ativamente das sessões na Câmara e levará as reivindicações de seus pares.

Segundo informações da Câmara de Curitiba, a Casa “será responsável por organizar e realizar as atividades da segunda parte do Parlamento Jovem, um projeto de formação e educação política para estudantes dos ensinos fundamental e médio. A ideia é implementar nas escolas o processo eleitoral de escolha de um candidato a cargo eletivo, dando condições de o aluno debater problemas da comunidade, simular com a elaboração de projetos de lei e outras propostas. As atividades específicas de competência do Legislativo ainda serão definidas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*